Então é Natal

Eu sei, muitos vão dizer que virou data comercial, que não é mais como antes, que sobra hipocrisia, que é triste pelos que já se foram…

Mas embora boa parte da minha inocência tenha se despedido com o passar dos anos, ainda quero acreditar na bondade dos votos sinceros, no abraço desprovido de interesses, na trégua, no perdão, no carinho por aqueles que aqui estão e nos querem bem, na reflexão sobre as enormes desigualdades que não podem ser esquecidas e na lembrança com amor daquele que motivou esse dia.

Acredite você no que quiser, no valor de Jesus ou do presente que espera abrir mais tarde, no brilho dos olhos daqueles pequeninos que estão no auge da infância ou na taça de vinho que embalará a sua noite… dê pelo menos um minuto do que você é para entrar em cena a criança que você já foi. E que certamente está aí, em algum cantinho da sua alma, querendo apenas sair pra brincar um pouco.

Em algum lugar escondido nesse cara grande e desajeitado em que me transformei, ainda há um garoto meio bobo, esperando ansiosamente que em algum momento da noite mágica vai ouvir a voz de um bom velhinho, simpático e bonachão, dizendo “Feliz Natal, meu filho amado”.

Afinal de contas, que mal há em acreditar no que é bom?

Feliz Natal, pessoal!

Crédito da foto: www.osmais.com

Crédito da foto: http://www.osmais.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s