A cidade que não aprende com as chuvas

Qualquer semelhança não é mera coincidência. Em 1915 (eu disse 1915!) o escritor Lima Barreto fez um desabafo no ‘Correio da Noite’. A crônica “As enchentes” fala sobre os transtornos causados pelas chuvas no Rio de Janeiro, criticando principalmente a mania do prefeito Pereira Passos em se preocupar mais com o embelezamento da cidade para os turistas do que a eficiência dela para a população. Segue um trecho:

“Além da suspensão total do tráfego, com uma prejudicial interrupção das comunicações entre os vários pontos da cidade, essas inundações causam desastres pessoais lamentáveis, muitas perdas de haveres e destruição de imóveis.

O Prefeito Passos, que tanto se interessou pelo embelezamento da cidade, descurou completamente de solucionar esse defeito do nosso Rio.

Infelizmente, porém, nos preocupamos muito com os aspectos externos, com as fachadas, e não com o que há de essencial nos problemas da nossa vida urbana, econômica, financeira e social.”

(Lima Barreto, 19 de janeiro de 1915)

Pois bem. Noventa e oito anos se passaram e o texto continua atualíssimo. O que mudou de Passos para Paes? Aparentemente nada. Talvez seja mais fácil pensar em destruir o viaduto da Perimetral (e deixar o visual mais agradável aos olhos) do que investir seriamente numa infraestrutura que resolva um problema que todo mundo sabe que acontece a cada ano.

E que não chamem o que estamos vivendo de tragédia! Tragédia é um fato excepcional, motivado por circunstâncias específicas que culminam em alguma fatalidade. As enchentes do Rio são fruto de descaso e pouca vergonha, uma politicagem barata que só se preocupa em maquiar tudo do jeito que der e enganar trouxas pra sediar Olimpíada.

Eduardo Paes não merece ser responsabilizado por um século de administrações ruins. Mas certamente pode fazer muito além do que dizer: “Estamos lidando bem com a chuva. Mas não saiam de casa”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s