Partidos ou sopa de letrinhas? A farra da politicagem nacional

O Brasil está inventando siglas como quem abre um boteco na esquina.
Com os recém-admitidos PROS (?) e SOLIDARIEDADE (???) agora são 32 –
eu disse TRINTA E DOIS – partidos políticos à disposição do
eleitorado brasileiro. E o pior de tudo: ainda vem mais por aí.

ImagemVamos aos ‘caçulas’ dessa festa das letrinhas. O Partido Republicano
da Ordem Social (PROS) nasceu há pouco mais de três anos, em Goiás,
e o pai da criança é o ex-vereador Eurípedes Júnior. Coruja que só,
nosso bravo Eurípedes tem planos ousados para a sua cria. A
expectativa é que o PROS deva nascer com 4 mil vereadores e uns 200
prefeitos. Caso isto se confirme nas próximas eleições, o partido
poderá ter a quarta ou quinta bancada do Congresso. Ui, ousado!

Seguindo em frente. Todo mundo sabe que ‘A’ solidariedade é algo importante, muito legal, motivador, mantém a fé na humanidade. Gentileza gera gentileza, já dizia o profeta. Mas e se for ‘O’ Solidariedade, outro partido que também acaba de ser aprovado pelo TSE? Bom, aí já há algumas controvérsias…

O problema é que a nova legenda, fundada pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força Sindical, já chegou ao mundo com suspeitas de fraude. Isso porque, para ser aprovada pelo TSE, deveria comprovar um número mínimo de assinaturas de pessoas/eleitores que apoiassem a sua criação. Só que existem indícios de que o Solidariedade TERIA falsificado umas assinaturas a mais pra chegar no seu objetivo. Ótimo começo, não? A Polícia Federal já está investigando o caso.

Senta aí porque ainda não acabou. Que rufem os tambores, minha gente, vem aí o 33° partido brasileiro!

É o.. é o… é o… tchan tchan tchan tchan! Rede Sustentabilidade, da nossa brava Marina Silva!

O nome é meio estranho, parece supermercado. Fico imaginando o comercial da TV, o locutor anunciando: “É só hoje, no Rede Sustentabilidade! Filé de merluza, o quilo: treze reais. Arroz Tio João, parboilizado: oito reais. Leite Ninho, seis e noventa e nove! E não perca a nossa semana de ofertas no setor de legumes e verduras. Faça já o seu cartão Rede Sustentabilidade e parcele suas compras em até quinze vezes! Vem pra cá você também!”

Brincadeiras à parte, Marina tem um desafio e tanto pela frente. A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente precisa de aproximadamente 300 mil assinaturas para obter o registro no TSE (obteve pouco mais de 100 mil ainda) , e espera conseguir isso até o dia 1° de outubro. Para chegar lá, uma das estratégias de Marina, que ela nega, seria tentar uma aproximaçãozinha com o PEN.

Oi? PEN?

Sim, estamos falando do Partido Ecológio Nacional! Ele é outro dos novatos. Mas pra eu não ficar me estendendo e embolar a cabeça de ninguém, basta dizer que entre postulantes e já consolidados, temos ainda o Arena (Aliança Nacional Renovadora) e o -pasmem! – Partido Pirata do Brasil (PPB). Isso mesmo, Jack Sparrow que se cuide, porque o Brasil também terá os seus piratas. E se você acha que é brincadeira deste jocoso repórter, pode procurar pois o partido realmente existe e está entre nós.

Aí eu me pergunto: com tantas opções no mercado, siglas e letrinhas pra todos os gostos, e o nosso querido deputado federal Romário continua sem partido?? Ah, tá dando mole, peixe!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s